Prefeito de Feira de Santana reclama do fim do Centro Industrial do Subaé

A reforma administrativa proposta pelo governador Rui Costa (PT) levou preocupação ao meio empresarial de Feira de Santana, segunda maior cidade em número de habitantes da Bahia. O motivo é que o projeto de lei enviado à Assembleia Legislativa (AL-BA) prevê o fim do Centro Industrial do Subaé, considerado o terceiro maior do estado atrás apenas do Polo de Camaçari e do Centro Industrial de Aratu (CIA).

Em entrevistas concedidas a veículos de imprensa da cidade, o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho demonstrou preocupação com a medida. O emedebista afirmou que a extinção do centro causará um "enorme prejuizo".

"Ainda há tempo de se discutir esse tema. Creio que não deve ser algo a ser sacramentado assim, sem um mínimo debate", disse o gestor municipal. Colbert martins lembra que a autarquia CIS foi criada em 1983, conta com cerca de 200 empresas e mais de 2.500 funcionários. Ele conclama as representações do empresariado, das classes trabalhadoras e dos diversos organismos da sociedade feirense a lutar contra a extinção.

02 de Dezembro de 2018 às 13:25 Por: Divulgação Por: Redação BNews

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Domingo, 02 Dezembro 2018 16:43

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

QUEM SOMOS

Tel: (71) 99354-1700 
Email:radiojovembrasilweb@gmail.com
End: Gregorio Bondar
Cidade - Salvador - Rio - S.Paulo
RÁDIO WEB JOVEM BRASIL